divdiv
PUBLICIDADE

Viagens

Publicidade

Brasil terá medidas de restrição para voos originários do Reino Unido

Até o momento, o Brasil segue recebendo voos do país, mas, a partir de agora, com ações de controle no desembarque

Por: CNN Brasil

Em nota divulgada na noite desta segunda-feira, 21, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou uma série de medidas de controle sanitário a serem tomadas na chegada de voos provenientes do Reino Unido aos aeroportos internacionais de Cumbica, em Guarulhos (SP), e Tom Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro.

As precauções foram definidas após a descoberta de uma variante do novo coronavírus que circula no país europeu, considerada mais contagiosa. Nos últimos dias, diversos países do mundo impuseram restrições à chegadas de voos originários de aeroportos britânicos – inclusive nações sul-americanas, como Argentina, Chile e Colômbia.

Até o momento, o Brasil segue recebendo voos do país, mas, a partir de agora, com ações de controle no desembarque.

As medidas incluem fiscalização no interior da aeronave, antes do desembraque; solicitação de informações sobre os passageiros às companhias aéreas; e acompanhamento do trânsito dos passageiros até a área de imigração para fiscalizar o distanciamento social.

Segundo a Anvisa, um voo que chegou ao aeroporto internacional de Tom Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro, por volta das 19h40 desta segunada, já foi inspecionado. O mesmo processo será adotado nos próximos voos provenientes do Reino Unido, de acordo com a agência.

Veja, abaixo, as ações previstas pela Anvisa na chegada de aviões vindos do Reino Unido:

1- leitura de mensagem sonora no voo, já em solo brasileiro com a presença da autoridade sanitária

2- fiscalização no interior da aeronave, antes do desembarque

3- orientação aos passageiros e tripulantes sobre o monitoramento dos viajantes em solo nacional por autoridades brasileiras de saúde;

4- solicitação de informações sobre os passageiros e tripulantes à empresa aérea. Essas informações já foram enviadas às autoridades competentes.

A Rede CIEVS (Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde), ligada ao Ministério da Saúde, realizará os procedimentos de contato com os passageiros e tripulantes para monitoramento das condições de saúde e direcionamento aos serviços de atenção à saúde, bem como a adoção das medidas de prevenção e controle da Covid-19.

5- monitoramento dos procedimentos de limpeza e desinfecção da aeronave;

6- acompanhamento do trânsito dos passageiros até a área de imigração, orientando o distanciamento social e evitando a aglomeração;

Além das medidas acima, estão em andamento outras como restrições de acesso ao Duty Free.

Estas ações serão adotadas nos próximos voos provenientes do Reino Unido nos aeroportos de Guarulhos e Galeão.

De acordo com a Portaria 630/2020, que já havia sido publicada, a partir do dia 30 deste mês a entrada de viajantes por via aérea no país só será permitida com a apresentação de teste laboratorial do tipo RT-PCR, para rastreio da infeção por SARS-CoV-2, com resultado negativo.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE