- Atmosfera On.line - https://www.atmosferaonline.com.br -

Cidades próximas a Erechim já registram mais de mil casos da variante Delta

Na tarde desta quinta-feira, 19, o prefeito de Erechim, Paulo Polis, postou um vídeo em suas redes sociais alertando a população a respeito da variante Delta, que está se aproximando da região. Segundo o prefeito, na cidade de Chapecó-SC, localizada há cerca de 70 km de Erechim, já foram confirmados 1.129 casos da variante Delta, essas informações foram repassadas por meio de um grupo técnico que trata da Covid-19 a nível regional.

Dessa forma, os cuidados relacionados ao Coronavírus devem ser observados,”o Alto Uruguai gaúcho não é uma ilha, nós estamos muito próximos então vamos redobrar os cuidados”, diz o prefeito. Lembrando que, os protocolos seguem os mesmo, uso de máscara em ambientes fechados, uso de álcool gel e distanciamento. Além disso, também reforçou a importância da segunda dose para quem já está apto para receber, pois a imunização completa é uma forma de proteção contra o vírus.

Até o momento não foi registrado nenhum caso da variante em Erechim nem em municípios do Alto Uruguai. “A gente não quer que tenha mais hospitalizações, óbitos, fechamento de comércio e assim por diante, vamos cuidar da vida!”, finaliza.

Capital já tem transmissão comunitária da variante

A capital gaúcha, Porto Alegre, já registrou transmissão comunitária da variante Delta, a confirmação veio nesta quarta-feira, 18. Transmissão comunitária é quando um caso é confirmado de uma pessoa residente sem histórico de viagens ou contato com pessoas que tenham viajado onde há transmissão, ou seja, não é possível determinar de onde a pessoa pegou o vírus.

Conforme Porto Alegre, o caso integra o surto identificado no Hospital Nossa Senhora da [1]Conceição, na Zona Norte da Capital. Até esta quarta, 12 óbitos foram confirmados na unidade.

A amostra foi identificada em uma pessoa que reside em Porto Alegre, sem histórico de viagem ou mesmo contato com pessoas que tenham viajado.

A variante

A primeira vez que a variante Delta foi identificada foi em dezembro de 2020 e, rapidamente, vem se tornando a principal versão do vírus pelo mundo. É uma das muitas versões do coronavírus que já foram identificadas pelo mundo e ganhou o nome de Delta. 

Além disso, tem uma capacidade maior de infectar as pessoas e de se espalhar. É 50% mais rápida que a primeira variante do coronavírus, a alfa. Esta, por sua vez, era 50% mais rápida do que a versão original do coronavírus causador da covid-19. Os cientistas explicam que uma pessoa infectada com o coronavírus original pode infectar até 2,5 pessoas. Se a infecção for com a variante delta, esse número chega a 4 pessoas.