divdiv
PUBLICIDADE

Geral

Publicidade

Estudantes do Marista Medianeira participam de diversas olimpíadas do conhecimento

Possibilitar novas experiências acadêmicas faz parte da proposta pedagógica marista

Por: Ascom

No Colégio Marista Medianeira, os estudantes dos diferentes níveis de ensino são incentivados a participarem de atividades que desenvolvam o gosto pelo conhecimento, fortaleçam as aprendizagens e construam a leitura do mundo para além da escola. Neste sentido, o Colégio organiza, anualmente, a participação dos estudantes em concursos e olimpíadas do conhecimento, sendo um momento importante de construção e experimentação acadêmica diversificada, que estimula e desafia as crianças e jovens a reconhecerem seu potencial e buscarem sempre mais. Este tipo de avaliação ajuda os estudantes a aplicarem os conhecimentos e conteúdos aprendidos em sala de aula de forma prática, e ampliam experiências relacionadas ao universo acadêmico externo.

Nesse tipo de movimento, os estudantes desenvolvem habilidades como autonomia e autorregulação, além de aprofundarem os conhecimentos em áreas específicas. Também desenvolvem aspectos socioemocionais, realizam novas descobertas, e ampliam sua bagagem científica e cultural. “Enquanto educadores, estamos sempre buscando o protagonismo e o engajamento de nossos estudantes. Neste sentido, proporcionar a participação em atividades que eles se sintam motivados e façam sentido para eles é um ganho acadêmico”, destacou a Coordenadora Pedagógica dos Anos Finais e Ensino Médio do Colégio, Gabriela Kubiak. 

“Participar das olimpíadas que o colégio disponibiliza é uma experiência maravilhosa e de muito aprendizado. Elas são uma excelente forma de desenvolver conhecimentos e alcançar novos horizontes. O envolvimento nas atividades fortalece o trabalho em equipe e amplia o currículo estudantil, abrindo novas portas e oportunidades no futuro. Muitas das olimpíadas garantem ao estudante vagas em universidades, por exemplo. Gostei muito do processo. São habilidades e conhecimentos que irei levar para a vida”, afirmou o estudante do 2º ano do Ensino Médio, Júlio Sabka.

Entre as Olimpíadas e Avaliações Externas que os estudantes do Marista Medianeira já participaram e ainda irão participar, do 3º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio, estão: Olimpíada Canguru de Matemática; 8ª Olimpíada Brasileira de Geografia; Olimpíada Brasileira de Tecnologia; Olimpíada Nacional de História do Brasil; Olimpíada Brasileira de Ciências Políticas e Debates; Olimpíada Brasileira de Biologia; Olimpíada Brasileira do Saber; Olimpíada Brasileira de Raciocínio Lógico; ONC – Olimpíada Nacional de Ciências; OBA – Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica; Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG); Olimpíada Brasileira de Ciências; Olímpiada Brasileira de Cartografia; 18ª OBMEP; Torneio Meninas na Matemática; ONEE – Olimpíada Nacional de Eficiência Energética; Concurso de Redação da CGU; OBGP – Olimpíada Brasileira de Geopolítica. Em algumas destas avaliações, os estudantes do Colégio já receberam retornos positivos, como colocações relevantes, prêmios destaque, menções honrosas e passagem para as próximas fases.

“Os estudantes que participam das olimpíadas de conhecimento têm grandes expectativas, e buscam oportunidades de se desafiar e testar seus conhecimentos em áreas específicas. Além disso, as olimpíadas são vistas como uma porta de entrada para a aprovação em universidades. O empenho e engajamento dos estudantes que participam é de um nível muito alto. Eles investem tempo e esforço em estudar e se preparar para as diferentes etapas das competições. Muitas vezes, a preparação envolve horas extras de estudo fora do horário escolar, onde podemos incluir o estudo aprofundado das disciplinas relevantes, a resolução de problemas e a interação com outros estudantes envolvidos no processo. Também é importante destacar o incentivo e apoio que a escola vem oferecendo aos estudantes, valorizando suas habilidades e esforços, e promovendo um ambiente positivo de aprendizado e crescimento. Esse movimento ajudará a inspirar outros alunos a se envolverem em olimpíadas do conhecimento”, ressaltou a professora de Física do 9º ano EF e Ensino Médio, Andréia Gorgeski.

Para o estudante do 3º ano do Ensino Médio, Pedro José Flach, “a experiência em olimpíadas científicas proporciona um grande aprendizado e desenvolvimento pessoal, além de reconhecer, através das premiações, a dedicação e capacidade dos estudantes. São oportunidades importantes para o futuro no mercado de trabalho e no ingresso em universidades”, finalizou.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE