divdiv
PUBLICIDADE

Cidade

Publicidade

Formado aos 73 anos: Conheça a história de seu Danilo

Com terras em Erechim e Áurea, seu Danilo decidiu voltar as salas de aula depois de aposentado para estudar agronomia e garante que não existe idade para voltar a estudar.

Por: Natiele Dias Torres
Fotos: Universidade de Passo Fundo

Aos 73 anos o seu Danilo José Savariz, é mais novo graduado em Agronomia, formado pela Universidade de Passo Fundo. Mas, a sua trajetória nos estudos não é de agora. Seu Danilo conta emocionado sobre sua história de vida. É o filho mais velho de 9 irmãos, e teve uma infância sofrida, no interior de Santo Ângelo, pois sua família era muito pobre.

Mesmo com as dificuldades, percebeu que por meio dos estudos poderia dar uma vida melhor para sua família e decidiu sair do interior para estudar o ensino médio em Ijuí e posteriormente, devido seu destaque, ganhou uma bolsa de estudos para o ensino técnico de construção de marcas e motores, em Porto Alegre. Seu Danilo conta que foi um período difícil, com bastante sofrimento, mas nunca desistiu de se profissionalizar.

Começou a trabalhar aos 22 anos na área de montagem de máquinas, mas sempre fazendo cursos ao longo da vida. Com 38 anos conquistou a primeira graduação em Engenharia Mecânica. “Resgatei meu pai de Santo Ângelo daquela pobreza toda, comprei terras em Erechim e Áurea e coloquei meus pais e meus irmãos morar ali”, conta. Com a formação em engenheiro se tornou professor do curso de engenharia da UPF. “Com a minha profissão consegui dar estudos para todos os meus irmãos”, fala. Além disso, sempre incentivou sua única filha a estudar e buscar uma profissão.

Agronomia

O curso de agronomia já era um sonho antigo de Seu Danilo. Ainda quando jovem iniciou a faculdade de agronomia, mas, não conseguiu concluir. Então com quase 70 anos, após estar aposentado e com suas terras pra cuidar decidiu se profissionalizar. Com uma plantação de erva-mate em sua propriedade em Áurea decidiu voltar as salas de aula estudar agronomia para poder usar os conhecimentos adquiridos em suas terras, “todo tipo de atividade depende do conhecimento científico e foi para consertar os erros que busquei a graduação”, fala Danilo.

Seu Danilo conta que sempre foi muito bem recebido na turma. Sempre recebeu ajuda dos colegas e conseguiram trocar muitos conhecimentos. Os colegas o incentivaram a comprar um celular e até usar aplicativos. Também o ajudaram a usar o computador, mexer em software e criar planilhas e gráficos.

“Inclusive teve um diretor que chegou na sala de aula e disse que eu estava dando de rebente na turma, isso porque até tirava notas melhores que eles nas provas”, fala, lembrando que sua forte base de ensino médio pode ter sido o diferencial para o bom desempenho nas aulas e provas.

A formatura não pôde ser junto com a turma, isso porque devido a pandemia, o Seu Danilo não conseguiu terminar o estágio obrigatório. Mas, agora, quando terminou o estágio recebeu a colação de grau e uma homenagem da Universidade e dos colegas. “Comecei a lembrar de tudo que eu tinha passado na vida, onde eu estudei e é muito forte”, diz ele com lágrimas nos olhos. E sua aprovação no TCC foi com nota 9,3.

Sempre vale a pena estudar

Seu Danilo afirma que vale a pena estudar e que, além disso, não existe idade certa para ir em busca de conhecimento. “Eu acho que é muito bom estudar, pra mim foi uma das atividades mais boas que eu já fiz na vida. Foi tão bom estar com aquela turma de jovens, fazer trabalho junto com eles eu me sentia em família”, diz.

“Hoje em dia existem tantas facilidades, auxílios e outras formas de estudar, é possível, se eu consegui com dificuldades, garanto que é possível”, comenta seu Danilo sobre o incentivo de estudar.

Sobre os próximos passos, ele garante que energia tem, mas ainda não sabe se vai continuar nos estudos. “Idade não impede ninguém de estudar, todos podem estudar, depois de tudo que eu fiz na vida e tudo que passei eu acredito que não existe idade para voltar para a sala de aula”. Finaliza, com um sorriso no rosto.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE