- Atmosfera On.line - https://www.atmosferaonline.com.br -

Profissionais debatem as múltiplas perspectivas do empreendedorismo na Jornada de Estudos Empresariais

Proporcionar aos acadêmicos e professores dos cursos de Administração e Ciências Contábeis da URI Erechim, bem como a comunidade em geral, momentos de atualização, reflexão e interação dos conhecimentos também é um dos objetivos da Jornada de Estudos Empresariais. Por isso, o evento reservou espaço, na noite desta terça-feira, 13, para um debate com profissionais das áreas, apresentando múltiplas perspectivas de mercado.

O empresário Lucas Jasksulski fez um relato de sua experiência enquanto empreendedor e passou algumas lições deste tempo em que está empreendendo. “Ser especialista no que faz, aprender a correr riscos calculados, contar com uma equipe qualificada e não desistir – talvez de algumas coisas, mas nunca dos sonhos”, orientou.

O gerente da unidade de aves da Aurora Alimentos, Marcelo Fiorentin, falou da Gestão e Formação de Líderes para o Engajamento da Equipe, abordando as diferentes gerações envolvidas no processo de liderança e como cada uma se comporta. “O papel do líder é entender as gerações e como trabalhar com cada uma delas, instigando o crescimento de modo que elas sejam felizes”, explicou. Ele destacou, também, a importância do valor entregue no âmbito da gestão das empresas e organizações. “O que estou entregando na função que me confiaram? Qual o valor e o resultado que a empresa espera?”, questionou.

Na sequência, a psicóloga Aline Dotta promoveu uma reflexão sobre as escolhas na perspectiva da neurociência, apresentando estratégias desta ciência para fazer as escolhas de forma mais racional possível, uma vez que, de forma a economizar energia, o cérebro humano tem ações instintivas.“Uma dica bacana é escrever as nossas metas, pois neste momento usamos o cérebro racional. Este é o primeiro passo para sairmos do mundo das ideias e adentrar no mundo concreto”, orientou.

As inconstâncias vividas pelas mudanças do cenário econômico também foram debatidas pelo professor Julio Brondani, ao falar sobre o “Novo Normal”. De acordo com o professor, este aspecto representa o momento da ruptura no comportamento do processo decisório de compras quando acontece uma crise. “Tivemos a crise que começou em 2014 e, de lá para cá, a renda discricionária da família passou a ser aplicada de forma diferente. Neste novo normal, houve um processo de seleção natural, do que a família podia comprar ou não e de substituição natural. As pessoas passaram a ter, nas suas escolhas, um novo normal. Ele significa a mudança de hábito do consumo diante de um evento que provocou uma disruptura na renda da família”, resumiu.

Saber onde colocar a empresa também é um aspecto que vem sendo cada vez mais discutido por profissionais da área. Por isso, o arquiteto e empresário Francisco Zancan, da Space Hunters, de Porto Alegre, fez abordagem sobre análise espacial e geomarketing. Conforme explicou, “investir significa aplicar bem os recursos disponíveis, por isso, a decisão tem que ser acertada. Caso contrário, os riscos são grandes. As empresas tem se preocupado cada vez mais em fazer um estudo prévio de qual região da cidade a empresa tem mais chances de ter o sucesso e o retorno esperado”, alertou.