divdiv
PUBLICIDADE

Justiça

Publicidade

Silveira se recusa a receber notificação de Moraes sobre tornozeleira

Deputado disse que não vai mais usar tornozeleira, pois está cumprindo o decreto do presidente da República

Por: Revista Oeste

O deputado Daniel Silveira (PTB-RJ) se recusou nesta quarta-feira, 4, a receber a notificação da nova ordem do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes para que ele se apresente em 24 horas para colocar uma nova tornozeleira eletrônica.

Segundo informou o oficial de Justiça ao Supremo, ele abordou Silveira na Câmara dos Deputados, mas o parlamentar se recusou a assinar o mandado informando que não tem que usar tornozeleira por ter recebido graça do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Ontem, Alexandre de Moraes mandou intimar, intimar o deputado para que ele se apresente na Secretaria de Administração Penitenciária do Distrito Federal, dentro de 24 horas, para substituir a tornozeleira que está desligada desde o último dia 17, Domingo de Páscoa.

Apesar do perdão dado por Bolsonaro, o ministro continuam valendo as medidas restritivas impostas pelo plenário do Supremo, como o uso da tornozeleira, enquanto não for julgada a legalidade do indulto individual.

Moraes também decidiu bloquear todas as contas bancárias do deputado e fixou uma multa de 405 mil reais, levando em conta que o deputado descumpriu medidas cautelares impostas por 27 vezes. A pedido da Procuradora-Geral da República, manteve todas as medidas já fixadas contra Silveira, como uso de tornozeleira e proibição de usar redes sociais.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade