divdiv
PUBLICIDADE

Cultura

Publicidade

Unesco reconhece o Chamamé como Patrimônio Imaterial da Humanidade

O Chamamé, já era consagrado como Patrimônio Imaterial do Mercosul, agora ganha a chancela mundial

Por: Assembleia Legislativa do RS

O Deputado Luiz Marenco (PDT), que a convite do governador de Corrientes, Gustavo Valdés, representou o Brasil na reunião com os delegados dos países que formam o Comitê Intergovernamental Para a Salvaguarda do Patrimônio Imaterial da Humanidade, dia 22 de outubro deste ano, comemora o reconhecimento pela Unesco, do chamamé como Patrimônio Imaterial e Cultural da Humanidade. O ato aconteceu em Paris, França, no final da manhã de hoje (16) numa reunião virtual daquele órgão.

O Chamamé, já era consagrado como Patrimônio Imaterial do Mercosul, agora ganha a chancela mundial. Os delegados da Unesco levaram em consideração que se trata de algo além de um gênero musical. É canto, dança e reza. É uma forma de ser e estar, “Ñade Reko” em guarani. É uma expressão sociocultural que engloba o saber, a arte e os costumes de um povo. Que também aflora as questões espirituais, a transmissão de conhecimentos e ensinamentos informais, a preservação da flora e da fauna, entre outras questões perceptíveis e imperceptíveis do Chamamé.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE