divdiv
PUBLICIDADE

Gastronomia

Publicidade

Vinho é a bebida mais consumida no inverno

Entenda o motivo

Por: CNN Brasil

A palavra “vinho” é uma das mais buscadas no Mercado Livre desde abril deste ano, segundo dados recém-divulgados pela empresa.

Já outra pesquisa realizada pelo clube de assinatura Wine, em parceria com a MindMiners, mostra que a bebida é a atual preferida de 49% dos brasileiros e que, 43% deles, escolhem o vinho para um jantar especial ou quando recebem convidados em casa.

Claro que o interesse está diretamente associado à queda de temperatura que, consequentemente, é o período em que costumamos aumentar os encontros em casa. Mas o que faz a combinação entre frio e vinho ser tão harmoniosa?

Primeiro, vale lembrar que o álcool é vasodilatador, o que tem um efeito no corpo mais, digamos, “reconfortante” em relação ao frio. Por isso, há o aumento no consumo de bebidas alcoólicas em geral. Não é à topa que países como Escócia, República Tcheca ou Rússia, que têm invernos rigorosíssimos, estão entre os maiores consumidores do mundo.

E não só nos dias mais frios, claro. O clima intimista “forçado” durante os primeiros anos da pandemia da Covid-19 foram extremamente convidativos ao vinho – as assinaturas dos clubes de vinhos dispararam nesse período.

Outra explicação – e talvez a mais provável delas – é que, com as temperaturas mais baixas, buscamos um certo alento que o vinho, assim como a comida, proporcionam. No inverno, nosso corpo pede uma dose extra de roupas, mas também de garfadas e – por que não dizer – de bebidas que ajudam a aquecer e aconchegar. 

Quais vinhos escolher no inverno?

Não dá para negar que os tintos cumprem esse papel melhor que qualquer outro estilo de vinho: além de geralmente apresentarem maior graduação alcoólica, podem ser consumidos em uma temperatura um pouco mais alta, geralmente entre 16 e 18 graus.

O corpo do vinho também vai influenciar na sensação de aquecimento. Por isso, é natural que os vinhos argentinos da uva Malbec e Syrah e chilenos da uva Cabernet Sauvignon estejam liderando as buscas no Mercado Livre. Outras excelentes opções que seguem a mesma linha são uvas como a Tannat, Merlot, Cabernet Franc, Petit Verdot e a Tempranillo.

Mas calma, se sua preferência não é pelos tintos, nem tudo está perdido. É possível se deixar abraçar por outros estilos de vinho no inverno que carregam iguais características de opulência, principalmente se acompanhados de um bom prato. 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Publicidade